Mutirão do Detran desafoga demanda por perícia médica

Data
Termos
junta médica

Com o objetivo de reduzir o tempo de espera por perícia médica para portadores de deficiência física, o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) realizou um mutirão, no último sábado (11), em Salvador. O órgão registrou 140 atendimentos, previamente agendados.

Segundo o diretor-geral do Detran, Lúcio Gomes, a medida foi necessária para compensar a redução no quadro de médicos da autarquia. "Temos um quadro muito antigo. Mais de 50% dos médicos se aposentaram. Como consequência, há uma demanda reprimida na perícia. Por isso, decidimos pelo mutirão, que vai continuar em Salvador e no interior, enquanto estudamos um modelo de credenciamento para clínicas particulares prestarem o serviço", explicou.   

A pessoa que deseja obter ou renovar a carteira de habilitação para conduzir veículo adaptado deve comprar o Registro Nacional de Habilitação (Renach), passar por uma clínica credenciada ao Detran e se dirigir ao órgão para a perícia na Junta Médica Especial.

A promotora de eventos Alessandra de Santana,  44 anos, não vê a hora de pilotar um carro novamente, após uma queda que a deixou quase três anos sem dirigir. Ela foi atendida no mutirão porque pretende renovar a carteira. "Passei por cirurgia na coluna e quase perdi os movimentos dos membros inferiores. Ainda tenho sequelas, mas tomei coragem e estou confiante que o carro adaptado vai melhorar a minha vida".

"Estamos empenhados e vamos atender todos que estão em fila de espera. Temos consciência do alcance do nosso trabalho, pois o ato de dirigir ameniza os impactos que a patologia causa. É também inclusão social, já que o deficiente físico pode trabalhar como motorista, se mostrar  habilidade na condução do carro com adaptações", ressaltou o médico João Carlos Sobrinho. A lei prevê a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os portadores de deficiência, na compra de automóveis. O benefício deve ser solicitado à Receita Federal, mediante a apresentação de dois laudos fornecidos por médicos credenciados ao SUS.